sexta-feira, 28 de julho de 2017

Viver um dia a cada dia


Encarar a vida

Sem medo.

Sem se prender a mágoas e nem rancores

Sem carregar dores passadas

Caminhar com alegria

Seguir em frente

Viver um dia a cada dia

Um momento a cada momento

Com fé.

Com confiança.

Em paz

Alguém disse...

quinta-feira, 27 de julho de 2017

* Que seu Dia seja Iluminado de Bênçãos! *


Desperte acreditando no melhor e com a decisão de seguir adiante, firme e confiante, para realizar suas aspirações... 

Não se prenda ao que passou, pois o que foi ontem, hoje já não é mais... 

Deixe a serenidade restaurar seu equilíbrio e faça o seu melhor, despertando as boas energias, o bom humor e a alegria, para receber da Vida, a bênção de viver o Dia com Paz e Sabedoria!!


 M.Helena Ambrosio Marchetti

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Pense sempre que a arte de viver é morrer jovem, o mais tarde que puder.


"Você pode contar muitos anos de vida e ser jovem. 

A idade cronológica não é mais importante do que essa juventude espiritual que você pode mostrar a todos os que contemplam o seu sorriso e bondade.

Pense sempre que a arte de viver é morrer jovem, o mais tarde que puder."



Minuto de Sabedoria

terça-feira, 25 de julho de 2017

Onde existe determinação o azar não faz morada.


Certa vez, um homem teve uma oportunidade incrível nas mãos.

Uma chance dessas assim que não aparece todo dia e que poderia mudar a sua vida de uma vez por todas.

Acontece que ele não se dedicou o quanto deveria e deixou a chance escapar por entre os dedos.

Quando se deu conta da oportunidade que estava perdendo, já era tarde demais.

Sentiu-se culpado e bastante cobrado pelo ocorrido, pelos outros e principalmente por si mesmo.

Foi quando teve uma ideia e justificou de forma genial: “- Não era pra ser! O destino não quis.”

Inexplicavelmente as pessoas aceitaram e se identificaram com aquilo.

Com isso ele tirou o peso das suas costas e se isentou da responsabilidade.

Desse dia em diante tudo mudou.

As pessoas aprenderam a colocar suas frustrações na conta do destino, gerando uma falsa ideia de que existe um futuro pronto e acabado, esperando para acontecer.

Que certas coisas não acontecem simplesmente porque não tem mesmo que ocorrer.

Essa ideologia fez surgir um exército de resignados preguiçosos, acomodados com a vida e com o que o suposto destino lhes reserva.

Mas, quer saber? Não é assim que a banda toca.

O destino é construído a cada dia, com as suas escolhas, com o seu empenho, com a sua garra e a vontade de realizar.

Tudo é uma questão do quanto você deseja e do que está disposto a fazer para conseguir.

Não existe perdedor de véspera e nem vencedor predestinado.

Não existe história já escrita.

A vida é interativa e as cartas sempre estão na mesa.

Não culpe a sorte pelo seu fracasso, porque, na esmagadora maioria das vezes, o que falta mesmo é empenho.

Não se contente em ser passageiro da sua própria vida.

Tome as rédeas. Estabeleça um compromisso com a sua felicidade.

Mude o que achar que deve. Escreva o seu destino.

Onde existe determinação o azar não faz morada.

Rafael Magalhães

Seja Você também um Doador...

Olá Amigos,

Vim dividir com vocês a minha felicidade em receber este certificado:




Está fazendo um ano que resolvi ser doadora do "Médicos Sem Fronteiras",  assistindo pela TV a chamada para ser um doador, me impressionei com o que vi e com a dedicação desses Médicos.

Minha doação é pequena, mas pensei..."se muitos doarem o mínimo, com toda certeza esse mínimo vai se tornar o máximo"

E assim me tornei uma doadora.

Ontem recebi uma carta e este certificado, confesso que fiquei muito feliz...

Agora faço um pedido à vocês: SEJAM DOADORES TAMBÉM!!!!

Não pelo reconhecimento, mas pela certeza de que estará ajudando, pela certeza de que o seu pouco é muito para quem tanto precisa...

Conto com vocês....

maria tereza cichelli

Sinta-se mulher.


Vai moça.

O dia mal começou.

Não coloque um fim naquilo que você tanto almeja.

Teu olhar tem jeito de poesia.

Sinta-se menina.

Sinta-se mulher.

Deus é teu guia.

É a bússola do amor.

Sil Guidorizzi

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Heróis, sou eu e você...


De onde vem essa força que nos move a desafiar o mundo e sobreviver?

E quem disse que não há super heróis?


Há sim! Te olhou no espelho hoje? Então sabe que há.


E essa força toda é a fé que é grande!


Tem que ser! Porque a realidade da vida não tá de brincadeira...


Tem que ser um gigante de fé!


Um gigante, cheio do amor de Deus...


Num frasco frágil...


Pra compensar...


Pra lutar e ganhar!


O bem de cada dia. 


Todo dia!


Heróis, sou eu e você...


Insistindo, segurando na mão divina...


Se negando a retroceder.

Gi Stadnicki.

sábado, 22 de julho de 2017

Quando o perfume da pessoa fica na nossa roupa


Vocês combinaram e saíram.

Inclusive saíram daquele papo de “vamos combinar um dia” e realmente combinaram.

Marcaram de fazer algo que os dois gostassem.

Tudo correu bem, tudo foi muito bom.

Uma despedida. “Adorei hoje”, “eu também”. E aí você voltou para casa.

E, no caminho de volta, percebeu que não estava sozinho.

Havia uma novidade te acompanhando nessa volta solitária e cheia de pensamentos que não paravam de nascer.

E você não percebeu essa novidade intencionalmente, foi algo que te surpreendeu e te deu até algum susto.

Havia um cheiro novo em você. Um cheiro que não estava com você na ida mas estava fazendo parte da sua volta.

Você puxou um pouco sua roupa e lá estava ele: o perfume da pessoa.

E você sorriu meio sem graça. Forçou com a memória para tentar lembrar-se de qual momento em que esse perfume saiu do corpo da pessoa para fazer parte da sua roupa.

E não conseguiu lembrar direito. Era uma sensação estranha, boa, mas estranha, sei lá, engraçada. Parecia que a pessoa estava voltando para casa com você. Era como se um pouco dela fosse dormir com você. Era aquele mesmo perfume que te roubou a atenção logo no primeiro oi. Lembra?

Você chegou em casa. Escolheu não tomar banho. Deixou sua roupa na cama e o mais louco aconteceu ao colocar a roupa de dormir: o perfume da pessoa ainda estava muito presente, ainda estava ali completamente e você se deu conta então que aquele perfume não estava só na sua roupa, mas sim na sua pele.

O perfume se agarrou ao seu corpo feito abraços no inverno. E perceber isso te levou de volta para aquelas horas atrás, aqueles momentos, todo o passeio e tudo o que houve. O perfume da pessoa te levou até ela novamente.

Não é só um perfume na roupa. É a pessoa toda.

Não é só um perfume. É um resgate de lembranças tão recentes, logo ali de antes do “me avisa quando chegar em casa?”.

É voltar para os bons momentos de horas atrás. É vir a mente de novo o jeito que a pessoa dá risada e a opinião dela sobre as coisas, das pequenas às maiores.

Não é só um perfume. É imaginar o momento em que essa pessoa fez o perfume beijar a própria pele. É pensar que, pelo menos durante o simples abraço de oi ou de tchau, você foi a pessoa mais perto dessa pessoa no mundo, você e o perfume dela se tornaram uma coisa só entre os braços.

É um pouco dessa pessoa ficando na gente também. É a gente ficando bem com esse perfume que ficou.

Não é só um perfume. É a escolha do perfume que essa pessoa fez pra encontrar com a gente, por mais que seja o perfume de sempre – por quê não ver o normal também como algo diferente?

E aí a gente até pensa: “Será que mando ou não uma mensagem contando que todo esse perfume ficou em mim?”
Quando a gente sorri ao perceber que o perfume da pessoa ficou na nossa roupa, a gente também pode começar a perceber que talvez sejamos nós querendo ficar na vida dessa pessoa.

por Márcio Rodrigues.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Porque a Força na Vida está com os que nunca desistem de tentar.


Se a Vida
me derruba para que eu aprenda,

eu me permito cair várias vezes só
para me levantar mais forte.

E cada vez que me ergo,
retorna comigo um pouco mais de quem sou
e uma vontade teimosa em continuar.

Porque a Força na Vida está com os que
nunca desistem de tentar.

Inês Seibert

Sejamos nossas boas notícias!


Então têm essas alegrias que nos assaltam timidamente,

que não fazem barulho nem alvoroço,

mas esquentam o peito,

acendem o olhar,

alargam o riso e nos intrigam

com a lembrança constante e discreta.

São alegrias gratuitas,

fontes de pureza e merecimento:

é um estado de estar atento,

é um instante de estar inteiro.

É tudo tão intenso.

Sejamos nossas boas notícias!

Marla de Queiroz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...